Create a Joomla website with Joomla Templates. These Joomla Themes are reviewed and tested for optimal performance. High Quality, Premium Joomla Templates for Your Site
A análise forense / Perícia de Audio é composta por diversos métodos científicos voltados para investigações e questões de interesse legal. É a ciência de encontrar, recolher, e analisar registros (áudio, vídeo, dados, etc) que sejam admissíveis em um tribunal ou outros ambientes legais.

Como gravações de áudio e vídeo vêm se tornando extremamente popular em nosso dia a dia, consequentemente estão sendo muito utilizadas como provas nas mais diversas circunstâncias (lembre-se que muitas vezes é necessária autorização judicial para fazer determinadas gravações).

Paralelamente notamos a importância e a responsabilidade do trabalho do perito que em muitos casos passa dias e dias sobre pequenos trechos de áudio ou outros materiais, onde através da Perícia de Audio é capaz de criar provas concretas e seguras que podem levar um culpado à sua condenação ou livrar o inocente de uma punição injusta.

Precisa de um Laudo Pericial?

Análise de Gravações Telefônicas, Autenticidade, Degravação, Identificação de Vozes, Análise de Plágio Musical, entre outros.

Entre em contato conosco agora mesmo!
Nossa equipe especializada está sempre pronta a lhe auxiliar da melhor maneira possível!

 

Pericia de Audio | Análise Forense

Uma área que está crescendo bastante no Brasil e faltam Profissionais Qualificados é a de Perícia de audio Independente. Estes profissionais são contratados para elaborar laudos periciais para defesa ou acusação e até mesmo para analisar e/ou contestar laudos já existentes.

Neste artigo irei tratar sobre as gravações de áudio que são provas bastante fortes e na maioria das vezes incontestáveis. Entretanto, para ser usado como prova é necessário um especialista que se responsabilize pela análise do material, tratamento e edição do áudio capturado, comparação de vozes e em muitos casos a degravação para que seja elaborado um laudo pericial.

Muito utilizado para registrar gravações telefônicas, audiências, palestras, seminários, entrevistas, etc, a degravação consiste em transcrever integralmente e fielmente a fala de cada participante de uma conversa. Exige um trabalho minucioso e prolongado para que a transcrição efetivada seja fiel.

Para iniciar a análise, o primeiro passo é transportar o áudio captado para o computador, pois em muitos casos há sobreposição, público, ruídos externos, discussões, que podem atrapalhar a audição exata das vozes e o áudio precisará ser editado (filtrado).

Existem no mercado diversos softwares e plug-ins que atendem fielmente esta necessidade, tal como o Audacity que é um software gratuito, o Sound Forge que é um dos mais utilizados atualmente para esta e diversas outras aplicações.

Em nosso curso do Sound Forge, tanto presencial quanto a distância fazemos uma abordagem bem mais profunda sobre gravação e edição de áudio, mas para atuar com segurança nesta área recomendo que participem do curso PERITO INTEPENDENTE o qual no momento é ministrado apenas presencialmente em nossa escola.

Após o áudio ser enviado para o computador, devemos trabalhá-lo da melhor maneira possível, fazendo uso de filtros específicos como noise reduction, equalizadores e diversos outros, buscando a audição exata de cada palavra da gravação.

Depois desta etapa concluída, devemos gravar este material em um CDe quando necessário digitar todo o conteúdo do arquivo de áudio (degravação), marcando o tempo (H.M.S.), e também estar sempre atento a cada palavra, pontuação, etc, pois uma vírgula no lugar errado pode mudar completamente o sentido de uma frase.

É recomendado seguir as normas da ABNT para correção e formatação do texto como tamanho da folha, tipo de fonte, margens, etc.

Para exemplificar o trabalho de um perito, citarei como exemplo o caso de Eloá Pimentel, ocorrido em outubro de 2008 que teve uma repercussão muito grande devido à declaração dos policiais que afirmam ter ouvido um disparo antes do arrombamento da porta contradizer a versão do assassino que afirma ter atirado na vítima após o arrombamento.

Ricardo Mollina, perito independente analisou as gravações e afirma que houve quatro disparos, mas todos feitos após a explosão da porta. Em minhas análises particulares na época do ocorrido também cheguei a esta mesma conclusão. Assista logo abaixo o vídeo no You Tube.

Para finalizar, segue uma frase sobre a bela arte da perícia:

“O dever de um perito é dizer a verdade; no entanto, para isso é necessário: primeiro saber encontrá-la, depois querer dizê-la.
O primeiro é um problema científico, o segundo é um problema moral.” Nerio Rojas

Sucesso a todos

Adrian Ramos

I Adrian Ramos é Perito Independente, Músico, Produtor Musical, Arranjador, Operador de Áudio (Gravação/Sonorização) e Consultor na área de Áudio e MIDI.


 

comentários